sexta-feira, 13 de abril de 2012

*Dia 13 | Linhas




Olhei a palma da minha mão, de linhas bem definidas e percebi que é nas entrelinhas, naquelas finíssimas linhas entre o que existe e o que não existe, que escrevemos a nossa história. Para alguns simples sonhos, para outros apenas impossibilidade. É justamente por ser impossível, por ser simplesmente sonho, por ser inacreditável que vivemos. Porque somos assim, dentro de nós. Acreditamos no impossível e escrevemos a nossa história. escrevemos sempre, sempre nas entrelinhas, nas finas linhas do real e do imaginário, é lá que construímos e criamos os melhores cenários da vida, de verdades, de sonhos e fantasias. Para além de nós... muito para além dos nossos dias.

Olhei  a palma da minha mão, de linhas bem definidas e percebi!


2 comentários:

  1. E um dia as linhas da tua palma da mão com as minhas se cruzaram :)

    ResponderEliminar
  2. Foi sem duvida um belo dia esse :)

    ResponderEliminar